A reinvenção do capitalismo é uma escolha possível?

Nick Hanauer participou da fundação e do financiamento de mais de 30 empresas de diversos setores. Sua fortuna acumulada o coloca no 1% dos habitantes do planeta que possuem a mesma renda que os outros 99% das pessoas. Apesar de se autoclassificar como um capitalista sem sentimentos de culpa, Hanauer é um dos principais críticos… Ler mais

A ciência como antídoto contra a barbárie.

Vivemos num mundo hiperconectado, no tempo da pós-verdade, no qual a história e outras ciências são questionadas e tratadas como pontos de vista apenas, onde as narrativas e a propaganda são mais relevantes na formação da visão de mundo das pessoas do que a criticidade e o método. Nesse contexto, a barbárie avança e segue… Ler mais

Todas as fragilidades do masculino.

Uma recente pesquisa feita nos Estados Unidos pela Universidade Estadual da Pensilvânia mostrou que a preocupação que os homens dão à imagem de heterossexualidade que eles transmitem é tão forte que isso acaba se sobrepondo à maioria dos comportamentos sociais deles. Um exemplo disso é o uso de sacolas reutilizáveis (ecobags). Na perspectiva da maioria… Ler mais

Mulheres no poder e a economia do bem estar.

A primeira ministra da Escócia, Nicola Sturgeon, se aliou a Islândia e a Nova Zelândia, para tornar o bem-estar dos indivíduos que formam o coletivo, o principal foco das políticas públicas e da economia. Para isso, os três países criaram a Rede de Governos da Economia do Bem-Estar e estão desafiando o PIB como medida do sucesso… Ler mais

Qual narrativa econômica vai substituir o neoliberalismo hoje dominante?

“O caos assola a nossa terra, causado por forças poderosas e nefastas que trabalham contra os interesses da humanidade. Mas o herói se revoltará contra essa desordem, lutará contra essas forças poderosas, e contra todas as probabilidades vai derrubá-las, assim restaurando a harmonia.” Essa estrutura narrativa, que é a base das histórias bíblicas, de sagas… Ler mais

Eu posso ser manipulado. E você, também pode?

A jornalista investigativa Carole Cadwalladr voltou à sua cidade natal depois do referendo que decidiu pela saída da Grã-Bretanha da União Europeia (Brexit). Ela queria entender o que havia levado a maior parte da população da pequena cidade de Ebbw Vale a optar pela saída do bloco econômico. Afinal muito do desenvolvimento urbanístico e cultural… Ler mais

Considerações sobre não-violência e CNV

Fiz há alguns dias, a convite da EFAPE (Escola de Formação e Aperfeiçoamento de Profissionais da Educação do Estado de São Paulo) uma palestra e uma oficina sobre comunicação não-violenta (CNV). Já abordei esse assunto aqui no blog algumas vezes, mas ele é essencial, especialmente em tempos de divisão, como os que vivemos hoje. Trocar… Ler mais

Por que somos cegos diante do óbvio?

Em 2008, a crise financeira causada pelo descontrole do mercado imobiliário, especialmente nos Estados Unidos (mas com papéis espalhados pelo mundo todo), não foi prevista pelos analistas do Banco Central Norte Americano (Federal Reserve). Alan Greenspan, o então presidente da instituição, veio a público depois da desastrosa quebra do mercado financeiro, e declarou que ninguém… Ler mais

O que a ciência diz sobre a ideia de que a violência gera violência?

A neurologista Kim Gorgens estuda traumatismo cranioencefálico na população carcerária norte americana. O TBI (sigla para traumatismo cranioencefálico em inglês – traumatic brain injurie) é uma lesão estrutural que afeta a função cerebral, causada por uma pancada na cabeça. Comum em atletas que jogam futebol americano nos EUA, o estudo desse tipo de trauma e suas… Ler mais

E se a democracia fosse nossa religião?

O professor de educação cívica Eric Liu criou, nos EUA, a Universidade Cidadã (Citzen University), um projeto que tem como foco espalhar o espírito da cidadania e a fé na democracia. A missão dele é estimular as pessoas comuns a votar, participar dos processos decisórios e influenciar ativamente a construção, manutenção e melhorias no contrato… Ler mais