Educação e liberdade em tempos líquidos

No recente curso on line promovido pela Universidade Livre Pampedia que discutiu o livro de Zygmunt Bauman, A ética é possível numa sociedade de consumidores?, muitas questões foram abordadas, dentre elas a da liberdade.

zygmunt-baumans-quotes-5

Como educadora de formação e psicopedagoga, interessei-me, muito, pela discussão sobre liberdade.

No debate sugerido pelos organizadores do curso, foram elencados dois pensadores, Bauman e Erich Fromm. A análise das proposições dos autores sobre o assunto demonstrou que a educação do indivíduo para a liberdade parece ainda estar engatinhando no ambiente familiar e escolar.

Segundo Bauman, a sociedade capitalista na qual vivemos permite uma liberdade ilusória, o que o autor chama de pseudo-liberdade: a liberdade de. Nesse caso, a liberdade de poderia ser reduzida em liberdade de consumir, produtos e ideologias pré-fabricadas e multiprocessadas, para que o sistema seja perpetuado ad aeternum.

Essa mesma sociedade que “educa” seus indivíduos para serem consumidores vorazes é a sociedade modelo para pais e educadores que, desavisados, criam cidadãos individualistas e sequiosos por realizarem seus desejos de consumo.

Fromm amplia o conceito quando fala da liberdade para. Nesse caso, a liberdade na qual o homem se livra de todas as ideologias que lhe foram impostas através dos tempos, liberdade que pode proporcionar o bem-estar individual e consequentemente o coletivo.

Para Bauman, a sociedade capitalista produz o medo à liberdade quando deturpa a ideia de indivíduo e individuação, descrita por Fromm.

Segundo Fromm, os vínculos primários/orgânicos, que ligam a criança à mãe que tem o papel de propor a ela segurança e orientação, devem ser sobrepostos pelo fortalecimento físico e emocional; pela capacidade de fazer coisas por si mesma.

Esse processo de individuação, que deveria ser natural, vem se fragilizando diante da sociedade que vive sob o fantasma da insegurança.

A alienação promovida pelos meios de comunicação, que elegem não só o que se deve consumir, mas também nos diz o grau de insegurança em que vivemos, dão o tom da vida diária do cidadão comum.

São comuns os embates entre as gerações, principalmente na fase da adolescência, entretanto hoje nota-se uma apatia do jovem para os embates dessa época, a meu ver, embotados dos sentidos que desde sempre foram cerceados pela impossibilidade de serem livres.

O medo à liberdade, imposto pela sociedade capitalista, se configura na família e na escola, que em nome da segurança se utilizam de câmeras de segurança, chips rastreadores que, muito mais que reprimir a liberdade, fragilizam as crianças e os jovens que são, dessa forma, destituídos do direito ir e vir por si mesmos e trilhar seus caminhos.

Muitos pais e educadores, não se dão conta que estão impedindo seus filhos de conquistarem autonomia, de ampliarem seu repertório, de verem o mundo com seus próprios olhos.

Para Fromm, a liberdade para seria o caminho da conscientização, para seguir a voz da razão, contra as paixões irracionais.

Segundo André de Mello Santos, autor de um dos textos disponíveis no conteúdo do curso , o fundamental é lutarmos pelo fim do capitalismo para que possamos vivenciar a plena realização da liberdade para. Para tanto, podemos começar uma revolução silenciosa na educação em nossos lares e em nossas escolas, deixando que as crianças sintam e experimentem as coisas por si mesmas e assim desenvolvam suas convicções e opiniões a respeito do mundo que as cerca.

Claudia Mota

2 thoughts on “Educação e liberdade em tempos líquidos

  1. Estou de acordo com eles ,em minha casa eu e minha esposa criamos um único filho livre prar ver e sentir o mundo como ele é ter sua própria decisão livre pra seguir se caminho , eu sempre tomei minha própria decisão longe de me impor sobre os outros ou me abaixar sobre as decisões dos outros ,a minha liberdade de pensar e decidir minha viva é minha sempre minha.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s