Escola Livre ou Movimento Escola Livre, o que realmente importa?

O professor pode ser neutro em sala de aula?

Alguns pensam que sim, alguns lutam por isso, e alguns conseguiram aprovar com status de Lei que professor não deve se pronunciar sobre suas opiniões pessoais sobre questões sociais, políticas e religiosas, muito menos comentar qualquer coisa que aconteça fora das paredes da escola ou discutir qualquer assunto de ordem social e política, como aconteceu em Alagoas; esse movimento é chamado de Escola Livre. O intuito é que qualquer viés ideológico possa ser retirado do processo educacional entre professor e aluno.

Cameras_in_the_Classroom_2

Pois bem, se é assim, teremos que banir as obras de Machado de Assis das escolas, pois a análise e entendimento das obras serão impossíveis de serem realizadas pela intermediação de um professor; a cartilha de alfabetização terá que ter vários tomos, pois somente isso poderá ser ministrado em classe, mediante à falta de contexto sócio cultural do sistema silábico, uma grande cartilha que acompanhe o aluno dos seis aos dezessete anos; as aulas de história do Brasil começarão nos relatos de 22 de abril de 1500 e terminarão antes que Pero Vaz de Caminha pense em pegar na pena para escrever à Corte, pois a partir daí já seria uma interpretação dos fatos daquele escrivão!

O que será que poderá ser aproveitado das demais matérias? Os professores de Geografia poderão usar os dados do Censo para melhorar suas aulas? Afinal, o IBGE oferta dados para análise e um professor não poderá emitir qualquer opinião sobre os dados sócio demográficos da cidade em que mora, por exemplo. O ensino inter-religioso e a filosofia serão aceitos nas grades do Movimento Escola Livre?

Em uma classe do Movimento Escola Livre poderá um professor dizer aos seus alunos: “por favor, mantenham a ordem pois assim trabalharemos melhor?” Eu estou em dúvida se poderá ou não, pois evidentemente esse professor está incutindo uma mensagem às crianças de que a ordem está diretamente relacionada à produção, seja lá qual for a ordem que o professor pediu e o que ele pretendia com ela, alguém mais atento (ou sem nada melhor para fazer) poderá enxergar alguma mensagem subliminar de catequese ideológica nessa frase e, assim sendo, esse professor deverá ser punido.

Analisar o movimento da Escola Livre com tão poucos argumentos pode parecer ingênuo, nem mesmo entrei nos argumentos de libertar da catequese ideológica, daí o termo educação neutra, pregada por esse movimento, mas essa ingenuidade já demonstra o quanto está longe do razoável a ideia de educação neutra.

Um ser ao nascer não está em uma condição neutra! Sua condição social, o ambiente familiar, as condições de sua casa, já afetam seu estado natural.

A escola deve ser um lugar livre para se discutir o que se quiser, um ambiente que torne as pessoas mais cônscias de suas potencialidades e que possam viver na diversidade genuína e não num mundo de faz de conta em que o professor pode ser visto como um grande vilão, caso proponha aos alunos pensarem em um mundo melhor, seja com uma visão mais socialista ou mais liberal.

Acresce-se a isso o fato desse movimento (e as leis que estão derivando dele) propor como ação possível do aluno a delação de professores suspeitos. Isso introduz na relação professor-aluno uma desconfiança e uma cisão, afetando o ato pedagógico, fazendo do professor refém de qualquer denúncia e do aluno um dedo-duro, um inquisidor. O professor passa a ser alguém sob permanente vigilância e suspeita. O aluno passa a ter o poder de destruir sua vida profissional. Isso é próprio de regimes totalitários, de caça às bruxas e fere a dignidade e a grandeza da missão do educador, para querer torná-lo um robô manejável e repetitivo de supostos conteúdos neutros.

Alexandre Mota

One thought on “Escola Livre ou Movimento Escola Livre, o que realmente importa?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s