Utopias – por uma inspiração socialista Árabe

Em mais um interessante artigo do The Guardian sobre UTOPIAS, o diretor da ONG Reprieve, Clive Stanford, que trabalha oferecendo ajuda jurídica para pessoas que sofrem de severas violações dos direitos humanos, nos fala sobre as consequências negativas da falta de um discurso utópico. Para ele, só avançaremos se pudermos inspirar as novas gerações, e… Ler mais

Utopias – pobreza é falta de dinheiro

Por que as pessoas pobres fazem tantas escolhas ruins? Elas fazem mais empréstimos, economizam menos, fumam mais, se exercitam menos e bebem mais. Por quê? Com essa pergunta, o historiador e escritor Rutger Bregman nos provoca a pensar que manter as pessoas na pobreza é uma escolha política insustentável, em sua coluna sobre utopias para o jornal… Ler mais

Utopias – combatendo o extremismo com verdade, diversidade e esperança

A ativista e documentarista muçulmana Deeyah Khan também escreveu para a coluna do jornal inglês The Guardian sobre ideias utópicas (que estamos comentando aqui no blog da Universidade Livre Pampédia). Ela nos fala sobre a necessidade de rejeitarmos as ideias extremistas que leem o mundo de formam maniqueísta e estimulam o conflito.

Utopias – consertando a democracia

O jornal inglês The Guardian tem uma coluna dedicada a ideias utópicas. O objetivo da coluna é apresentar novas ideias para as mais desafiadoras questões de nosso tempo. Vamos comentar aqui no blog da Universidade Livre Pampédia alguns desses artigos para arejarmos o debate e ampliarmos o olhar sobre temas como participação política, terrorismo, educação,… Ler mais

Liberdade de pensamento ou submissão ao vazio existencial?

Diante dos atos organizados nos Estados Unidos por grupos defensores de uma suposta supremacia branca, associados ao neo-nazismo e à Klu Klux Klan, que disseminam ódio aos judeus, aos estrangeiros, aos negros e aos homossexuais (em resumo, a todos que não forem percebidos como brancos, heterossexuais e “genuinamente” norte-americanos), nos perguntamos – como podemos equilibrar… Ler mais

Por que os homens abandonam seus filhos?

Já falei aqui sobre como a luta das mulheres por igualdade tem oferecido uma janela de oportunidade para os homens discutirem as consequências nefastas do machismo para eles mesmos. Também já escrevi sobre Roman Krznaric, que nos fala de uma empatia cognitiva, portanto racional (motivada pela escolha consciente), que pode nos levar a compreender as… Ler mais

Masculinidade tóxica e Educação

O documentário Let There Be Light, que o premiado cineasta John Huston fez para o exército norte-americano depois do fim da Segunda Guerra Mundial (1946), mostra o sofrimento psíquico dos veteranos de guerra e o tratamento pelo qual eles passavam, antes de retornarem ao convívio de suas famílias. Apesar do tom otimista e de superação… Ler mais

Pela liberdade de copiar, recombinar e transformar o mundo.

A tecnologia cada vez mais democratizada tem desafiado estruturas de poder em todas as áreas. Da participação política mais capilarizada, ao consumo consciente, vamos vivendo uma revolução que aos poucos coloca os indivíduos no papel de protagonistas, tirando o poder das instituições e corporações. Mas essa batalha é dura e o poder estabelecido não tem… Ler mais

Os prós e os contras da empatia – Roman Krznaric versus Paul Bloom

Para o pensador Roman Krznaric, a empatia é a principal ferramenta para a revolução humana no século XXI. Ele afirma que do século passado para esse, passamos de uma fase de introspecção (autoconhecimento a partir de um olhar para dentro), para o que ele chama de outrospecção (autoconhecimento a partir de um olhar para fora, para o outro). A outrospecção, por… Ler mais