Fundação Getúlio Vargas na Universidade Livre Pampédia

No último final de semana, recebemos na Universidade Livre Pampédia um grupo de estudantes da FGV de SP. Eles estão cursando uma disciplina eletiva chamada Formação Integrada para a Sustentabilidade – FIS, que exemplifica uma forma de fazer educação que leva em conta a emergência de um sujeito presente e ativo na sua relação consigo mesmo, com o outro e com a realidade que o circunda. É a partir dessa postura que o FIS se aproxima da realidade da nova geração de gestores, do conhecimento e da sustentabilidade.

11884992_1637130453194069_692235949998689210_o

O desafio da turma desse ano é promover vivências que mobilizem, convidem e inspirem os envolvidos com educação superior a explorar a aplicação de novos modelos de formação para escolas de administração.

E foi assim que um grupo de cerca de 20 estudantes de olhos brilhantes chegou até nós, junto com uma equipe atuante, comprometida e apaixonada, que faz a disciplina acontecer.

Começamos o dia com um belo café da manhã, preparado com o mesmo carinho com que as demais atividades foram planejadas. No comando da cozinha, uma profissional especializada em serviços domésticos? Não só. Na Universidade Livre Pampédia, a preparação das refeições e os cuidados com o ambiente são realizados com o apoio de todos, uma vez que para além da colaboração que nos move, também acreditamos que conversas significativas e fortalecimento de laços também surgem à mesa de uma refeição saborosa, que alimenta o corpo e a alma.

Em seguida, ocupamos o espaço externo para nos apresentarmos brevemente. Dora Incontri apresentou a equipe Pampédia e cada estudante disse o seu nome e uma palavra que viesse à mente quando pensam na experiência e na rotina de cursarem uma faculdade. Palavras como crescimento, estresse, oportunidade, prova e correria apareceram.

11233346_1637130303194084_6308209811144190362_o

Feito isso, Viviane Ribeiro conduziu uma atividade chamada “A Árvore da Vida”, que tinha como objetivo estimular reflexões acerca da trajetória formativa de cada um. A partir do desenho de uma árvore, ela os conduziu a resgatar aspectos significativos de suas histórias enquanto estudantes, desde as suas raízes até os seus sonhos futuros, levando em consideração o ser integral que são, ou seja, suas dimensões físicas, mentais, emocionais e espirituais. Em seguida, com o apoio de Mauricio Zanolini, o grupo se dividiu em dois para conversarem sobre percepções, inquietações e insights que tiveram ao realizar a atividade. Aspectos relacionados ao papel da Universidade e a coerência do que realizam hoje com seus sonhos de futuro e com tudo aquilo que compõem suas essências foram abordados e representados num mural.

Em seguida, Dora Incontri apresentou as bases da Universidade Livre e contou um pouco sobre a história dessa Instituição que nasceu a fim de contribuir para o germinar de um novo paradigma educacional que responda às necessidades de liberdade de quem pesquisa, de quem ensina e de quem aprende por meio de uma experiência pedagógica alternativa, orgânica, integral, plural e interdisciplinar. Na conversa que se seguiu a essa apresentação, os jovens quiseram saber como isso, de fato, é na prática e tivemos a oportunidade de falar um pouco sobre os nossos desafios cotidianos e também sobre as conquistas que já tivemos nesse primeiro ano de ULP.

A última atividade do dia foi uma roda de conversas com temas específicos. Nós nos dividimos em três grupos: 1) Filosofia, Educação e Arte, 2) Desenvolvimento Humano e Gestão Horizontal e 3) Administração Financeira. Os participantes foram para os grupos que mais lhe interessaram e tivemos mais uma conversa significativa sobre aspectos como: a essência do projeto, desierarquização de cargos, cultivo de talentos e desafios financeiros.

Nos momentos finais, pedimos aos participantes que nos deixassem uma contribuição sobre como enxergam o nosso projeto e as oportunidades de melhoria e crescimento que identificaram. Num grupo no qual a maioria está se formando para serem administradores, sugestões nesse campo foram as mais vistas e farão parte da nossa pauta de reunião geral para acompanhamento e crescimento do projeto.

11222361_1637130839860697_4933496564333143272_o

No final de tudo, recebemos abraços emocionados dos estudantes, muitos dizendo o quão marcante tinha sido o dia. O que nos faz refletir o quanto uma ideia transformadora, coerente, convicta e vivenciada pode tocar as pessoas, mesmo num breve momento de convivência!

Terminamos o dia com a feliz sensação de troca de ideias e ainda mais fortalecidos no intuito de sermos uma rede que produza e semeie um conhecimento interdisciplinar autônomo, formando multiplicadores que fecundem a transformação da Educação e da Sociedade. Obrigada pelo dia FIS/FGV!

Equipe da Universidade Livre Pampédia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s